Sismac
  • 07 | 12 | 2021 - 14:53 Carreira

    Planos de Carreira devem tramitar em 2022

    Planos de Carreira devem tramitar em 2022
    Mudança de área de docência I para pedagogia escolar é aprovada via emenda

    Em mais um ataque ao funcionalismo público de Curitiba, a bancada do prefeito Rafael Greca aprovou dois projetos que impactam significativamente na vida das trabalhadoras e trabalhadores da cidade e nos cofres de município: o congelamento dos planos de carreira e mais um repasse de R$ 6 milhões para a CuritibaPrev, um fundo de previdência privada que prejudica os cofres do IPMC.

    A fala da direção do SISMMAC no plenário da Câmara trouxe situações concretas da desvalorização do funcionalismo e, mais especificamente, do magistério ao longo dos cinco anos de pacotaço. Segundo dados trazidos pela diretora do SISMMAC, Diana Abreu, enquanto em 2016 estávamos perto de atingir a marca de 30% de investimento em educação, no terceiro trimestre de 2021, Greca está investindo míseros 15%.

    Antecipação do descongelamento

    Apesar do texto original do projeto aprovado ter o descongelamento estipulado para 2023, a emenda substitutiva 035.00010.2021, também aprovada na manhã de hoje, antecipa o descongelamento em um ano. Isso significa que o debate sobre planos de carreira deverá ser retomado logo no ano que vem. Houve o compromisso em plenária do líder governo, o vereador Pier Petruzziello, que até março de 2022 a PMC pretende apresentar uma proposta de carreira aos servidores.

    Planos de carreira deverão ser apresentados aos Sindicatos antes da tramitação

    Outra conquista importante, aprovada via emenda, é de que as propostas de planos de carreira construídas pela administração municipal sejam apresentadas para os sindicatos que representam os trabalhadores do município antes que sejam protocoladas na Câmara.

    Autorizada mudança de área de docência I para pedagogia escolar

    Além dessas, a Câmara Municipal também aprovou a emenda 032.00073.2021, que descongela o procedimento de mudança de área de docência I para pedagogia escolar, emenda proposta pela direção do SISMMAC. Segundo levantamento realizado pelo SISMMAC com base no remanejamento deste ano, faltam 270 pedagogas na rede municipal. Outro dado importante é que esse procedimento não ocorre desde 2011.

    A motivação da emenda é a falta de pedagogas nas unidades escolares comprometendo assim a Organização do Trabalho Pedagógico. Essa pauta estava na relação de propostas da chapa eleita, apresentadas para a categoria durante o pleito eleitoral do Sindicato. Agora, devemos pressionar a SME para que realize o quanto antes o procedimento.

    Essa foi uma articulação feita pela nova direção do SISMMAC em conjunto com alguns vereadores da bancada de oposição, que buscaram o líder do governo na Câmara, vereador Pier Petruzziello, para impedir mais dois anos de congelamento.

    CuritibaPrev

    Apesar dos avanços que tivemos hoje, a bancada do governo na Câmara autorizou o terceiro repasse de R$ 6 milhões ao CuritibaPrev, totalizando R$ 18 milhões que saem dos cofres públicos da cidade para “atender” aos altos salários da diretoria do fundo de previdência privada.

    Nossa mobilização

    O magistério iniciará o ano de 2022 organizado para que a política de valorização da categoria seja retomada o quanto antes. A retirada de direitos dos servidores e do conjunto da população durante a gestão Greca beira o absurdo! É preciso valorizar aqueles que levam direitos ao conjunto da população! Enfrente e em frente, magistério!

  • 07 | 12 | 2021 - 14:53 Carreira

    Planos de Carreira devem tramitar em 2022

    Planos de Carreira devem tramitar em 2022
    Mudança de área de docência I para pedagogia escolar é aprovada via emenda

    Em mais um ataque ao funcionalismo público de Curitiba, a bancada do prefeito Rafael Greca aprovou dois projetos que impactam significativamente na vida das trabalhadoras e trabalhadores da cidade e nos cofres de município: o congelamento dos planos de carreira e mais um repasse de R$ 6 milhões para a CuritibaPrev, um fundo de previdência privada que prejudica os cofres do IPMC.

    A fala da direção do SISMMAC no plenário da Câmara trouxe situações concretas da desvalorização do funcionalismo e, mais especificamente, do magistério ao longo dos cinco anos de pacotaço. Segundo dados trazidos pela diretora do SISMMAC, Diana Abreu, enquanto em 2016 estávamos perto de atingir a marca de 30% de investimento em educação, no terceiro trimestre de 2021, Greca está investindo míseros 15%.

    Antecipação do descongelamento

    Apesar do texto original do projeto aprovado ter o descongelamento estipulado para 2023, a emenda substitutiva 035.00010.2021, também aprovada na manhã de hoje, antecipa o descongelamento em um ano. Isso significa que o debate sobre planos de carreira deverá ser retomado logo no ano que vem. Houve o compromisso em plenária do líder governo, o vereador Pier Petruzziello, que até março de 2022 a PMC pretende apresentar uma proposta de carreira aos servidores.

    Planos de carreira deverão ser apresentados aos Sindicatos antes da tramitação

    Outra conquista importante, aprovada via emenda, é de que as propostas de planos de carreira construídas pela administração municipal sejam apresentadas para os sindicatos que representam os trabalhadores do município antes que sejam protocoladas na Câmara.

    Autorizada mudança de área de docência I para pedagogia escolar

    Além dessas, a Câmara Municipal também aprovou a emenda 032.00073.2021, que descongela o procedimento de mudança de área de docência I para pedagogia escolar, emenda proposta pela direção do SISMMAC. Segundo levantamento realizado pelo SISMMAC com base no remanejamento deste ano, faltam 270 pedagogas na rede municipal. Outro dado importante é que esse procedimento não ocorre desde 2011.

    A motivação da emenda é a falta de pedagogas nas unidades escolares comprometendo assim a Organização do Trabalho Pedagógico. Essa pauta estava na relação de propostas da chapa eleita, apresentadas para a categoria durante o pleito eleitoral do Sindicato. Agora, devemos pressionar a SME para que realize o quanto antes o procedimento.

    Essa foi uma articulação feita pela nova direção do SISMMAC em conjunto com alguns vereadores da bancada de oposição, que buscaram o líder do governo na Câmara, vereador Pier Petruzziello, para impedir mais dois anos de congelamento.

    CuritibaPrev

    Apesar dos avanços que tivemos hoje, a bancada do governo na Câmara autorizou o terceiro repasse de R$ 6 milhões ao CuritibaPrev, totalizando R$ 18 milhões que saem dos cofres públicos da cidade para “atender” aos altos salários da diretoria do fundo de previdência privada.

    Nossa mobilização

    O magistério iniciará o ano de 2022 organizado para que a política de valorização da categoria seja retomada o quanto antes. A retirada de direitos dos servidores e do conjunto da população durante a gestão Greca beira o absurdo! É preciso valorizar aqueles que levam direitos ao conjunto da população! Enfrente e em frente, magistério!

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS