Sismac
  • 08 | 11 | 2016 - 15:04 Legislação

    Gustavo Fruet quer empurrar pagamento das férias para próxima gestão

    Gustavo Fruet quer empurrar pagamento das férias para próxima gestão
    Proposta de mudança no pagamento do terço de férias fará com que Prefeitura tenha que rever calendário do magistério
    As direções dos quatro sindicatos que representam os trabalhadores do município – SISMMAC, Sismuc, Sigmuc e SinFisco – foram convocadas às pressas para uma reunião com a Prefeitura. Na manhã desta terça-feira (8), a Secretaria Municipal de Recursos Humanos (SMRH) informou as entidades sobre o projeto de lei, enviado pela administração à Câmara dos Vereadores na tarde do dia 7 de novembro, que altera o pagamento das férias dos servidores municipais. Confira aqui a ata da reunião.

    Com a proposta, o prefeito Gustavo Fruet tenta empurrar o pagamento do terço de férias para a gestão de Rafael Greca. Se aprovada, a mudança na Lei 8.660/95 permitirá que as férias sejam pagas até dois dias antes da data estabelecida para o início das férias.

    Para o magistério, isso significa que a categoria não irá receber o terço de férias junto com o salário de dezembro, como sempre ocorre. Mas sim, em folha suplementar, dois dias antes do início das férias.

    Em 2017, as férias do magistério iniciam-se no dia 2 de janeiro. Por isso, o pagamento das férias dos profissionais da educação deveria ocorrer até o dia 31 de dezembro, que é último dia da gestão Fruet à frente da administração da nossa cidade. Entretanto, a secretária de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, manifestou o interesse de rediscutir o Calendário Escolar de 2017 para que o terço de férias seja pago só no início do próximo ano.

    O SISMMAC registrou o descontentamento com a administração Fruet, que envia essa proposta para votação em regime de urgência no final do ano escolar, sem discussão prévia com a categoria.

    Para além disso, a direção do SISMMAC reforçou que qualquer alteração no calendário escolar precisa ser discutida com as entidades que representam os trabalhadores da educação. Na assembleia do dia 3 de novembro, o magistério debateu o calendário escolar e aprovou a posição de manter a Lei 8660/1995 como está, sem qualquer alteração.

    Ao longo dos quatro anos de mandato, o atual prefeito sinalizou que a dívida deixada pela gestão Ducci como um empecilho para conceder novos avanços, mas que ao final dos quatro anos assume a mesma postura e deixa dívidas para o mandato de Rafael Greca.


  • 08 | 11 | 2016 - 15:04 Legislação

    Gustavo Fruet quer empurrar pagamento das férias para próxima gestão

    Gustavo Fruet quer empurrar pagamento das férias para próxima gestão
    Proposta de mudança no pagamento do terço de férias fará com que Prefeitura tenha que rever calendário do magistério
    As direções dos quatro sindicatos que representam os trabalhadores do município – SISMMAC, Sismuc, Sigmuc e SinFisco – foram convocadas às pressas para uma reunião com a Prefeitura. Na manhã desta terça-feira (8), a Secretaria Municipal de Recursos Humanos (SMRH) informou as entidades sobre o projeto de lei, enviado pela administração à Câmara dos Vereadores na tarde do dia 7 de novembro, que altera o pagamento das férias dos servidores municipais. Confira aqui a ata da reunião.

    Com a proposta, o prefeito Gustavo Fruet tenta empurrar o pagamento do terço de férias para a gestão de Rafael Greca. Se aprovada, a mudança na Lei 8.660/95 permitirá que as férias sejam pagas até dois dias antes da data estabelecida para o início das férias.

    Para o magistério, isso significa que a categoria não irá receber o terço de férias junto com o salário de dezembro, como sempre ocorre. Mas sim, em folha suplementar, dois dias antes do início das férias.

    Em 2017, as férias do magistério iniciam-se no dia 2 de janeiro. Por isso, o pagamento das férias dos profissionais da educação deveria ocorrer até o dia 31 de dezembro, que é último dia da gestão Fruet à frente da administração da nossa cidade. Entretanto, a secretária de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, manifestou o interesse de rediscutir o Calendário Escolar de 2017 para que o terço de férias seja pago só no início do próximo ano.

    O SISMMAC registrou o descontentamento com a administração Fruet, que envia essa proposta para votação em regime de urgência no final do ano escolar, sem discussão prévia com a categoria.

    Para além disso, a direção do SISMMAC reforçou que qualquer alteração no calendário escolar precisa ser discutida com as entidades que representam os trabalhadores da educação. Na assembleia do dia 3 de novembro, o magistério debateu o calendário escolar e aprovou a posição de manter a Lei 8660/1995 como está, sem qualquer alteração.

    Ao longo dos quatro anos de mandato, o atual prefeito sinalizou que a dívida deixada pela gestão Ducci como um empecilho para conceder novos avanços, mas que ao final dos quatro anos assume a mesma postura e deixa dívidas para o mandato de Rafael Greca.


Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS